Notícia - 4 ideias para ganhar dinheiro no Carnaval
 SEBRAE Publicou uma notícia no dia:11/02/20 16:44:11

4 ideias para ganhar dinheiro no Carnaval


Imagem:


Se você tem uma ideia de negócio para ganhar dinheiro no verão , o Carnaval é um excelente momento para colocá-la em prática e testar a adesão dos consumidores. É uma época que movimenta bastante a economia, trazendo fluxo de consumidores intensos para diversas regiões do país. Esse feriado é bom especialmente para o turismo e comércio, tanto de produto quanto de serviços.

Em 2018 — mesmo se tratando de um período de instabilidade econômica e contenção de gastos —, o Carnaval movimentou cerca de R$ 6,25 bilhões em todo o território nacional. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 85% desse valor é representado pelos segmentos de alimentação, como bares e restaurantes (R$ 3,60 bilhões), transporte rodoviário (R$ 1,03 bilhão) e serviços de alojamento em hotéis e pousadas (R$ 705,6 milhões).

Já em 2019, o Carnaval também foi importante para movimentar o mercado de trabalho. De acordo com o estudo da CNC, em comparação com 2018, a data gerou um aumento de 23,4% nos empregos temporários em janeiro e fevereiro.

A concentração da receita ficou nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, responsáveis por 62% dos recursos gerados pelo carnaval. Outros estados como Bahia, Ceará e Pernambuco também tiveram participação considerável na geração de receitas do período.

Para este ano, a expectativa é superar a marca de vendas e de turistas dos anos anteriores. No Rio de Janeiro, por exemplo, 20% a mais de turistas é o número esperado para o carnaval de 2020.

Os empreendedores que souberem aproveitar essa movimentação do mercado e do público, terão muito a ganhar. A seguir, vamos mostrar algumas ideias que você pode aproveitar para ganhar dinheiro no carnaval. Confira!


4 ideias para ganhar dinheiro no Carnaval

Há um nicho de consumidores que estão dispostos a investir no carnaval, se você quer aproveitar essa oportunidade, esse é o momento de tirar sua ideia do papel e empreender. Você está pronto? Listamos algumas ideias para ganhar dinheiro no Carnaval e, quem sabe, conquistar o impulso necessário para consolidar sua empresa no mercado.

  • Carnaval sem fantasia não é Carnaval

Uma das coisas que não pode faltar no Carnaval para muitos foliões é uma fantasia bem elaborada. Para alguns profissionais autônomos, especialmente artesãos e costureiros, as técnicas de personalização de peças de roupas podem ser oferecidas como serviço de encomenda para fantasias de Carnaval e abadás, por exemplo. 

Você pode também montar uma loja para vender e alugar fantasias de roupas. Nesse caso é importante fazer um Plano de Negócios completo escolher bons fornecedores e ter um controle financeiro mais rígido.

Outra sugestão é fazer parcerias com lojas que já estão bem posicionadas no mercado. As lojas podem ser tanto de fantasias, de roupas ou adereços de festas. A ideia, nesse caso, é somar os esforços do seu empreendimento com o potencial do negócio que já tem um público consolidado.

  • Carnaval e calor combinam com bebidas geladas

O Carnaval é sinônimo de festa e calor e, por este motivo, bebidas são itens com alta procura durante o feriado. Você pode montar uma barraquinha de drinks — como as tradicionais caipirinhas, por exemplo — ou abrir um estabelecimento para vender bebidas alcoólicas e não-alcoólicas. Se esta for sua meta, não se esqueça de oferecer gelo e marcas variadas de bebidas para não deixar seus clientes na mão. A escolha de bons fornecedores é muito importante neste caso. Fique atento, pois a concorrência será grande. Tente negociar valores mais baixos com os fornecedores para ter competitividade com os mercados e conveniências mais tradicionais.

Você também pode investir em um delivery de bebidas. Para quem não quer fazer um grande investimento, a dica é fazer um cadastro como Microempreendedor Individual no Portal do Empreendedor. Como MEI, você pode atuar como delivery de bebidas – mas não pode ser fornecedor de empresas atacadistas. 

Com o delivery, você pode atender as pessoas que estão fazendo folia em casa ou até mesmo aqueles que estão na rua. Nesse caso, o diferencial é vender a bebida gelada. Afinal, quem já está na rua quer tomar uma cerveja bem gelada. Defina um ponto fixo próximo dos locais onde acontecem as festividades e invista em um meio de locomoção ágil que não fique preso no trânsito.

Além disso, busque alternativas para facilitar o pagamento, como máquina de cartões de crédito e débito, por exemplo. Para o atendimento, opte por chat online. A comunicação por ligação pode ser comprometida devido ao barulho dos foliões. 


  • Carnaval é um prato cheio para bares e restaurantes!

O segmento alimentício é outro que vê sua clientela aumentar durante o Carnaval. Barracas de cachorro-quente até os bares restaurantes mais tradicionais são opções bastante procuradas antes e depois da folia.
Os próprios food trucks — estão fazendo sucesso desde que essa modalidade se popularizou aqui no Brasil, em 2013 — pode ser uma boa opção para você oferecer comida de qualidade com um preço justo. Neste caso, 
não se esqueça de se inscrever na junta comercial do município como empresa e solicitar o alvará de funcionamento.

Fique atento às regras da vigilância sanitária de sua cidade para atender as normas determinadas para o funcionamento do local. Invista em pratos leves, lanches rápidos e outras alternativas que sejam fáceis de serem consumidas e até transportadas pelos foliões. 

Antes de abrir o seu estabelecimento, faça uma pesquisa sobre os locais de maior movimento nessa época do ano. A escolha do local será fundamental para o sucesso do seu negócio. 

  • E depois da folia?

Todas as pessoas que serão atraídas pelo carnaval precisam de um local para se hospedar. A taxa de ocupação nessa época do ano tende a aumentar e, com isso, a oportunidade para quem quer investir em meios de hospedagem também cresce. 

Você não precisa abrir uma pousada ou um hotel, logo de cara. Esse modelo de negócio tende a exigir um investimento alto. Entretanto, existem outras alternativas que você pode aproveitar. Entre as opções estão os hostels e os campings

O hostel é um modelo de hospedagem onde os hóspedes compartilham os quartos e os banheiros. Alguns hostels oferecem hospedagens privativas, a um custo mais elevado. No entanto, nessa época do ano é comum que as pessoas optem por esse tipo de hospedagem, por ser mais econômico.

Além disso, o hostel não precisa oferecer nenhum tipo de alimentação, desde que disponha de um ambiente onde os hóspedes possam cozinhar suas próprias refeições. 

Os campings são espaços abertos destinados para quem deseja acampar. O estabelecimento pode ter barracas para alugar ou alugar o espaço para quem tem sua própria barraca. Nesse local, também é necessário oferecer banheiros – que serão compartilhados pelos hóspedes, e ambientes para alimentação. Procure a administração pública de sua região e se informe sobre as regras que devem ser cumpridas para abrir um desses espaços.