Notícia - Bottas desbanca dupla da Red Bull no TL2 e fecha sexta-feira com melhor tempo em Abu Dhabi
 Isto É Publicou uma notícia no dia:23/11/18 18:36:57

Bottas desbanca dupla da Red Bull no TL2 e fecha sexta-feira com melhor tempo em Abu Dhabi


Imagem:


Decepcionado com aquela que julga ser a "pior temporada na F1 até agora", Valtteri Bottas tem em Abu Dhabi sua última chance de fechar 2018 com uma vitória. O finlandês, que triunfou em Yas Marina no ano passado, marcou o melhor tempo desta sexta-feira (23) ao liderar o segundo treino livre do fim de semana com 1min37s236. O #77 novamente superou Lewis Hamilton e conseguiu desbancar a dupla da Red Bull, que fez dobradinha com Max Verstappen e Daniel Ricciardo na primeira sessão. Desta vez, o holandês ficou em segundo, logo à frente do companheiro de equipe. E Hamilton repetiu a quarta colocação do TL1.

A Ferrari diminuiu a diferença para a liderança — que foi de quase 2s pela manhã —, mas seguiu como a terceira força em Abu Dhabi. Kimi Räikkönen novamente bateu Sebastian Vettel e foi o quinto, sendo seguido pelo tetracampeão do mundo. Desta vez, o 'melhor do resto' foi Romain Grosjean, da Haas, que se colocou à frente da Renault de Nico Hülkenberg e da outra Haas, de Kevin Magnussen. Esteban Ocon, que foi o quinto mais rápido no treino do início da tarde, desta vez completou o top-10.

Fernando Alonso, por sua vez, teve um desempenho bem melhor em relação ao TL1, quando ficou apenas em 19º e penúltimo. Durante a noite, o bicampeão levou a McLaren ao 13º lugar em Abu Dhabi, à frente da Force India de Sergio Pérez e da Sauber de Charles Leclerc.

As atividades de pista em Yas Marina recomeçam neste sábado com a realização do terceiro treino livre, às 8h (horário brasileiro de verão) e da sessão classificatória que vai definir o grid de largada às 11h. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP de Abu Dhabi, o último da temporada 2018 da F1. Siga tudo aqui.


Saiba como foi o segundo treino livre do GP de Abu Dhabi

Diante do belíssimo pôr do sol de Abu Dhabi, os pilotos deixaram os boxes para ganhar a pista no segundo treino livre do fim de semana. Sergey Sirotkin voltou ao cockpit da Williams depois de dar lugar a Robert Kubica, enquanto Charles Leclerc assumiu o volante da Sauber após Antonio Giovinazzi acelerar no treino da tarde.

Coube a Lance Stroll registrar o primeiro tempo da sessão, ainda no fim da tarde. Um tempo bastante alto, 1min41s081 com pneus hipermacios. A Williams não ficou na ponta por muito tempo, já que a Ferrari assumiu a liderança com seus dois carros: Kimi Räikkönen com 1min40s224, seguido por Sebastian Vettel, 0s046 atrás. As condições da pista, em termos de temperatura, já eram bem distintas em relação à sessão que abriu os trabalhos em Yas Marina.

Foi num breve momento de surpresa que Nico Hülkenberg assumiu a liderança do treino com 1min40s170. Mas o alemão não ficaria muito tempo na frente. Räikkönen, Vettel e até Ocon superaram a Renault #27. Pouco depois, Lewis Hamilton, que voltou a usar o habitual #44 também na dianteira do seu Mercedes — depois de estampar o #1 no TL1 —, subiu para a ponta com 1min39s372, mas depois foi superado por Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe, por larga margem, 0s772. Lewis estava com os supermacios, enquanto o finlandês acelerava com os ultramacios.

Bottas manteve a dianteira, com Max Verstappen subindo para segundo minutos depois. Mas o holandês foi um dos que se queixou do tamanho das zebras, sobretudo na penúltima curva. Tanto que a Red Bull o chamou de volta aos boxes para avaliar possíveis avarias no assoalho. Daniel Ricciardo, por sua vez, aparecia em quarto, atrás da Mercedes de Lewis Hamilton. A Ferrari, que mostrava ser a terceira força do fim de semana, figurava só em quinto e sexto com Räikkönen e Vettel, respectivamente. E Alonso mostrava um desempenho muito melhor e estava em 11º com seu stint feito com os supermacios.

Com os ultramacios, a Red Bull assumiu a ponta com Ricciardo. No fim de semana que marca sua despedida da equipe taurina, Ricciardo anotou 1min38s582 para desbancar Bottas em apenas 0s018. Até que a Ferrari mandou de volta seus pilotos à pista, mas com os pneus hipermacios. Aí, Räikkönen não teve dificuldades para marcar 1min37s461 e tomar a ponta. Vettel, com o mesmo tipo de pneu, indicava estar um pouco abaixo do companheiro de equipe. Na sua primeira volta em simulação de classificação, o tetracampeão passou 0s108 mais lento. Romain Grosjean aparecia bem e surgia temporariamente em terceiro, seguido por Hülkenberg e Sainz, todos com os supermacios.

F1 2018; GP DE ABU DHABI; YAS MARINA; SEXTA-FEIRA; MERCEDES; VALTTERI BOTTAS© Grande Prêmio F1 2018; GP DE ABU DHABI; YAS MARINA; SEXTA-FEIRA; MERCEDES; VALTTERI BOTTAS

Só que a ordem durou até o momento em que Red Bull e Mercedes passaram a usar os hipermacios. Assim como Räikkönen em relação a Vettel, Bottas também aparecia com melhor performance na comparação com Hamilton. E o finlandês retomou a ponta com 1min37s263, 0s207 mais rápido que seu companheiro de equipe.

Em seguida, Verstappen se colocou entre as duas Mercedes e ficou a meros 0s052 do tempo de Valtteri, provando a força da Red Bull em Yas Marina. Mesmo com o bom desempenho, Max reclamava pelo fato de a bateria do carro demorar muito para recarregar, o que não o impediu de melhorar brevemente seu tempo pouco depois para 1min37s280. Já Ricciardo não conseguiu encaixar uma boa volta: o australiano teve um primeiro setor ruim, melhorou na sequência, mas ficou apenas em sexto lugar. Minutos depois, Daniel conseguiu um tempo bem mais razoável: 1min37s428, subindo para terceiro.

Os minutos finais do treino foram dedicados pelas equipes e pilotos às simulações de corrida. Hamilton era informado pela Mercedes que o desgaste dos pneus era melhor [e mais baixo] em relação aos seus oponentes. O pentacampeão se destacava com tempos muito constantes, chegando aos 1min42s6, com os supermacios após 19 voltas. A Red Bull também andava bem, com Ricciardo e Verstappen, com pneus ultramacios usados, virando abaixo de 1min43s. Vettel também tinha tempos na casa de 1min42s.

De acordo com a previsão da Pirelli, é esperado que os hipermacios durem cerca de 24 voltas, e os ultramacios possam alcançar 29. Já os supermacios, acredita a fornecedora de Milão, tende a ter a capacidade de rodar por mais de 60 voltas, de modo que os compostos vermelhos surgem como a preferência dos pilotos para a maior parte da prova. 

No fim, os seis primeiros colocados ficaram separados por 0s333 em relação aos melhores tempos da sessão. Um bom indício de uma luta parelha pela última pole-position da temporada 2018 da F1.

F1 2018, GP de Abu Dhabi, Yas Marina, treino livre 2:

            

1V BOTTASMercedes1:37.23637
2M VERSTAPPENRed Bull Tag Heuer1:37.280+0.04432
3D RICCIARDORed Bull Tag Heuer1:37.428+0.19231
4L HAMILTONMercedes1:37.443+0.20735
5K RÄIKKÖNENFerrari1:37.461+0.22540
6S VETTELFerrari1:37.569+0.33339
7R GROSJEANHaas Ferrari1:38.060+0.82430
8N HÜLKENBERGRenault1:38.230+0.99436
9K MAGNUSSENHaas Ferrari1:38.318+1.08230
10E OCONForce India Mercedes1:38.402+1.16633
11P GASLYToro Rosso Honda1:38.506+1.27032
12C SAINZ JRRenault1:38.511+1.27537
13F ALONSOMcLaren Renault1:38.725+1.48935
14S PÉREZForce India Mercedes1:38.806+1.57031
15C LECLERCSauber Ferrari1:38.831+1.59533
16B HARTLEYToro Rosso Honda1:38.957+1.72135
17M ERICSSONSauber Ferrari1:39.502+2.26636
18S VANDOORNEMcLaren Renault1:39.938+2.70218
19L STROLLWilliams Mercedes1:40.046+2.81033
20S SIROTKINWilliams Mercedes1:40.935+3.69939
Tempo 107%1:44.043+6.807
RECV BOTTASMercedes1:36.23125/11/2017
MVS VETTELRed Bull Renault1:40.27901/11/2009